Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Trovoadas

Uma trovoada consiste num conjunto de fenómenos intensos associados a cumulonimbus: relâmpagos, trovões, rajadas de vento, inundações, granizo e, possivelmente, tornados. (wikipedia)

Trovoadas

Uma trovoada consiste num conjunto de fenómenos intensos associados a cumulonimbus: relâmpagos, trovões, rajadas de vento, inundações, granizo e, possivelmente, tornados. (wikipedia)

16
Out12

Surpresa

1/3 segundos

Há surpresas boas, e este fim de semana tive uma.

Ao passear com os miudos pela cidade de Barcelos, aconteceu, por mera casualidade entrar na igreja do senhor da cruz.

Ao abrir aquelas portas de madeira senti o som dos cânticos. Sons familiares e há tanto esquecidos.

 

Confitemini Domino, quoniam bonus. Confitemini Domino, Alleluia!

 

Que boas recordações me trouxe.

Apesar dos miudos a correr pela igreja fora, a querer ir embora, foi um sentimento de calma e de paz tão grande que me assaltou, que seria capaz de ficar todo o dia a ouvir isto.

 

 
12
Out12

A verdade sobre a crise economica e social

1/3 segundos

Traduzido e adaptado de uma proveniência estrangeira, próxima e equivalente. TEORÍA DE MARC FABER

Curiosa teoria económica anunciada nos Estados Unidos. O tipo chama-se Marc Faber. É analista e empresário. Em Junho de 2008, quando a Administração Bush estudava o lançamento de um projecto de ajuda à economia americana, Marc Faber escrevia na sua crónica mensal um comentário com muito humor:
"O Governo Federal está a estudar conceder a cada um de nós a soma de 600,00 $. Se gastamos esse dinheiro no Walt-Mart, esse dinheiro vai para a China. Se gastamos o dinheiro em gasolina, vai para os árabes. Se compramos um computador o dinheiro vai para a India. Se compramos frutas, irá para o México, Honduras ou Guatemala. Se compramos um bom carro, o dinheiro irá para a Alemanha ou Japão. Se compramos bagatelas, vai para Taiwan, e nem um centavo desse dinheiro ajudará a la economia americana. O único meio de manter esse dinheiro nos USA é gastando-o com putas ou cerveja, considerando que são os únicos bens realmente produzidos aqui. Eu já estou a fazer a minha parte..."
Resposta de um economista PORTUGUÊS igualmente de bom humor:
"Estimado Marc: Realmente a situação dos americanos é cada vez pior. Lamento no entanto informá-lo que a cervejeira Budweiser foi recentemente comprada pela brasileira AmBev. Portanto ficam somente as putas. Agora, se elas (as putas), decidirem mandar o seu dinheiro para os seus filhos, ele virá directamente para a Assembleia da República de Portugal, aqui em Lisboa, onde existe a maior concentração de filhos da puta do mundo".

12
Out12

So por hoje...

1/3 segundos

... não me zango

... não me preocupo

... trabalho com honestidade

... agradeço por tudo

... respeito todos os seres.

 

E assim começa mais uma que mais parece um filme a que estou a assistir, passado na terceira pesoa.

 

Mas apesar de tudo não está frio, nem calor, está até bem confortável o meu ser.

10
Out12

CHAÇO

1/3 segundos

O Chaço merece sem dúvida nenhuma a honrosa menção que este modestissimo blog lhe quer prestar.

 

Mas o que é o chaço? poder-se-á perguntar.

O chaço é uma peça de equipamento de passeio, de modesto valor (99,99€+Iva e com 6% de desconto), que foi sujeita a intensa utilização durante a nossa aventura rumo a Santiago de Compostela.

O dito chaço foi alvo de todo o tipo de chacota ao longo da nossa jornada. Chaço foi precisamente o cognome mais ouvido, daí o ter adoptado para esta peça de equipamento.

As bocas divergiam entre "é impossível", "como é que isto chegou aqui", "que chaço", "esta merda chegou até cá", e o nosso chaço, sozinho e desamparado, sentindo-se envergonhado no meio das restantes máquinas lá resistiu.

Os seus 18kg não mentem, é feito de aço, duro e resistente, mas tambem pesado e de dificil locomoção. Além de que, é certo, a nobreza dos seus acessórios deixava alguma margem para dúvida, sendo também eles pesados e muito pouco eficientes.

Mas no nosso chaço lá resistiu, por via da força das pernas do seu senhor a toda a dureza da viagem.

É certo que a ninguém era indiferente a sua passagem, pois os seus gemidos e guinchados constantes tornavam o chaço reconhecido por toda a gente qu epor ele passava.

Sendo certo porém que áqueles que perto dele seguiam, os seus gemidos nhic... nhic... nhic, certos e compassados tornavam dura e cansativa a companhia. Aquele ruido era impossível de aturar, só me apetecia pegar no chaço e atirá-lo por uma ravina abaixo.

Por fim, a apenas 10 km do fim, o chaço deu de si, e apenas a estaão de serviço da galp nos salvou, apesar da pronta disponibilidade do funcionário nos dizer: "Hoy no hay mecanico, no" se puede ayudar"

{#emotions_dlg.portugal} nada que um portuguesito não resolva com um sorriso no canto da boca.

O senhor la nos arranjou umas anilhas e seguimos caminho ... nhic... nhic... nhic ... nhic até santiago, só com duas horas de  atraso.

 

 

 

 

 

10
Out12

Santiago de Compostela - outubro 2012

1/3 segundos

E cá estou eu, após mais uma viagem a Santiago de Compostela, de bicicleta.

Desta vez fui em três dias, sai na sexta de manhã em S pedro de Rates e cheguei ao destino no domingo de manhã.

Foi outra vez uma viagem espectacular.

 

Claro que o clique, não foi o mesmo da outra vez. A própria viagem tinha outro cariz, mais esportivo, de quebrar limites, de desafio físico e pouco teve a ver com a emoção que foi chegar lá após toda a experiência vivida da outra vez.

Em agosto fomos com mais tempo, com disponibilidade para conhecer pessoas, histórias, ambientes e acima de tudo gozar.

Desta vez foi pouco o gozo, e o cansaço era extremo.

Claro que rimos a bandeiras despregadas ao chegar, naquela escarga de adrenalina tão tipica de ter chegado ao objectivo sãos e salvos.

 

Foi engraçado ver como o mundo é pequeno, e ao chegarmos a uma terreola antes de Padron, pararmos no mesmo allbergue da ultima vez e encontrarmos duas equipas de muito perto de barcelos, que até, muito gentilmente nos ofereceram o jantar. Abrigado a eles.

 

03
Out12

Reiki

1/3 segundos

Hoje o reiki funcionou. Dá-me a sensação que a aplicação dos 5 princípios está a ter algum efeito.

Pelo menos sinto que estou mais eficiente no trabalho. A encarar as coisas como sempre devia ter encarado. Sem perder o controlo.

 

No trabalho o pior que nos pode acontecer é perder o controlo. E deixar que o trabalho nos controle a nós.

Temos que dominar o nosso trabalho e ser senhores do mesmo.

 

Agora vou-me preparar, que sexta de manhã embarco novamente para Santiago de bicla.

Santas perninhas as minhas... :D

01
Out12

O clique (click)

1/3 segundos

Ontem fiz a minha iniciação ao Reiki.

E senti o clique.

Sento o clique como havia sentido ao chegar a Santiago de Compostela.

Não foi com a mesma força, afinal a experiência não teve a mesma duração nem a mesma imponência. Mesmo assim o clique aconteceu, desde o calor que senti nas costas á abertura que senti no peito, que parecia expandir-se por baixo das costelas.

 

Ainda não percebi o choro. Porquê o choro?

Em Santiago, ao chegar, sentei-me e chorei. Acho que o ambiente tão avassalador me derrubou e eu me abri.

Também desta vez chorei, de uma forma mais tímida...  algo se abriu em mim.

 

Vou agora outra vez a Santiago e espero MESMO sentir outra vez o mesmo clique.

 

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D