Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Trovoadas

Uma trovoada consiste num conjunto de fenómenos intensos associados a cumulonimbus: relâmpagos, trovões, rajadas de vento, inundações, granizo e, possivelmente, tornados. (wikipedia)

Trovoadas

Uma trovoada consiste num conjunto de fenómenos intensos associados a cumulonimbus: relâmpagos, trovões, rajadas de vento, inundações, granizo e, possivelmente, tornados. (wikipedia)

29
Nov08

Elogio da madrugada!

1/3 segundos

Muita gente que eu conheço me fala da NOITE! Aquele lugar especial onde as pessoas são especiais, bonitas, alegres, desinibidas, etc, onde se pode viver efectivamente...

 

É porque nunca apreciaram a madrugada vista pela perspectiva que tenho agora mesmo. Depois do Céu desabar, não há nada mais lindo do que ver o dia nascer.

 

Até a solidão vai desaparecendo a cada raio de LUZ ;) a realidade começa a tomar côr e a ter sabor.

 

Os pensamento deixam de ecoar dentro da cabeça, a tristeza é remetida ao seu lugar...

 

Mais um dia que começa, outra vez a Luz vence as Trevas.

 

E o mais importante... a certeza de que vai ser sempre assim...

29
Nov08

E o céu desabou...

1/3 segundos

Eo Céu desabou...

Confirma-se as mentiras ditas ao longo dos tempos.

 

Pensamos que estávamos prontos para aceitar uma verdade destas, pois já o imaginávamos há algum tempo.

FODASSSE... isto é pior que um murro no estomago. Meus Deus.... a força e o impacto que a verdade tem!!!

Ainda se pensa... "Eu já sabia...ou suspeitava!".... mesmo assim... fogo!!!

 

Creio que esse momento chegaria inexorávelmente e mais tarde ou mais cedo, e sei também que qualquer que fosse o tempo em que isso acontecesse, sempre me iria doer.

Apesar da tristeza que sinto, tenho a certeza, tal como já tinha, que esta relação já estava condenada, desprovida de vida, sem carinho, amizade, sexo, mas cá dentro existe sempre alguma inércia, que nos mantém presos.

 

Acho que chegou a altura de por um ponto final nisto, pois não me creio capaz de continuar a viver numa relação de fachada, nem mesmo pelo supremo objectivo da felicidade dos filhos, que também ambiciono.

Não tenho, não temos o direito de estragar a vida deles com acontecimentos tão traumáticos para eles, mas em boa verdade a vida nem sempre é o que esperamos dela, nem o que sonhamos para ela, e eles tem ainda um longo caminho a percorrer.

 

Resta-me a esperança de me apaixonar outra vez.... quem sabe....um dia.

24
Nov08

Insólito

1/3 segundos

Preparava-me para dar um murro no despertador quando comecei a ouvir esta música...

 

 

Fiquei logo bem disposto, pus-me a pé e comecei logo a dançar,ainda em pijama. :) Parecia tolo.

A seguir ao almoço é que foi o verdadeiro momento insólito. Vou a entrar no elevador e entram logo a seguir a mim 3 mulheres Só ouvi qualquer coisa como isto: " ...com uma sobremesa destas!, não é de perder!"

E eu, todo solicito, todo simpático: " Ai sim, e o que foi a sobremesa?" Resposta: " Não percebeu! A sobremesa é ter a sua companhia, aqui no elevador!" Comecei a sentir-me verdadeiramente espremido naquele elevador minusculo.

A sério que não costumo ficar sem palavras, mas aquilo apanhou-me desprevenido. Lá consegui dizer a medo: " Se eu fosse de corar estava aqui que parecia um tomate! Obrigado pelo elogio!" Resposta: "Estamos a acabar aqui, dqui a dois dias já vamos embora" "Já vão embora? Que pena!" Entretanto chegamos ao andar de saida! Eu sai... " Xau, foi um prazer...!"

O ego estava alto, mas ainda assim estava semi-chocado, pelo que ao comentar aquilo com outras pessoas, quase cai para o lado quando os comentários foram do género: " E tem razão!" " E era uma boa sobremesa" e outras pérolas!

 

O ego está em alta hoje! Um agradecimento especial a uma pessoa que possivelmente vai passar por aqui. S. Foi demais, ainda tenho o sorriso a rasgar-me a cara de uma orelha a outra. QUASE que transcrevia para aqui....

23
Nov08

Escrever um blog!

1/3 segundos

Manter um blog... postar regularmente...

Comecei o blog ainda este ano, e já pensei que não valia a pena mantê-lo...

....não retirava nada dele e não tinha nenhum objectivo definido ao escrever!

 

Alguém me disse que se mantinha o blog quando se queria dizer alguma coisa a alguém e não se queria ou não se podia dizê-lo directamente! Também não era o caso, o que eu escrevia no blog seria, quando muito, coisas que eu queria esconder de toda a gente. Coisas que curiosamente ficam melhor escondidas quando postas á vista de todos.

 

Acho que acabei por não desistir porque, de vez em quando, apetece-me escrever e escrever sobre as coisas que me vierem á cabeça. Umas serão mais intimistas, outras nem por isso.

 

Sinto é que ao escrever sobre os assuntos, tenho que fazer um esforço para me organizar mentalmente. E isso faz-me muita falta... apesar de tudo gera em mim uma certa disciplina. Uma disciplina mental que me ordena as ideias e as coloca no lugar que devem ter .... hehehehe

23
Nov08

Uns dias depois...

1/3 segundos

É curioso como as coisas estão diferentes após a conversa. Parece que uma nuvem pesada me saiu de cima dos ombros. É certo que ainda não temos nada definido absolutamente.

Mas parece que o facto de termos abordado o assunto de forma séria foi importante para sabermos que a vida continua. E até foi importante para mim saber que ela pensa da mesma forma que eu.

Sinto que o caminho está aberto e somos livres de procurar novos caminhos. Até já recomeçamos a conversar... é certo que é conversa de circunstância, mas é melhor que nada!

Começo a pensar que será possível a gente separar-se e continuar amigo.... bem, pelo menos assim espero!!

Um bocado esquisito este post... mas foi o que saiu e apetecia.me escrever qualquer coisa.

 

20
Nov08

e a conversa impunha-se!!

1/3 segundos

... e deu-se!

Acabamos por adiar um pouco a decisão! Há pormenores a resolver e a tratar que são importantes e necessitam de ser bem resolvidos.

Mas a conversa foi esclarecedora, e as coisas nunca serão como antes.

Apesar de estar num caminho de ramos quebradiços, e desconhecido, com os receios e medos associados, o horizonte parece claro.

Como todas as decisões, o que custa é tomá-las, depois porque depois o caminho desenrola-se á nossa frente e só temos que segui-lo!

:)

13
Nov08

Beijinhos ... perdidos

1/3 segundos

Nem sei muito bem por onde começar este post…

Talvez mesmo pelo início….

 Quarta-feira:    - Podes ir buscar os miúdos amanhã? Tenho uma reunião com um cliente e depois vou tomar um café com a C.

                          - Ok, não há stress! Eu vou lá.

Quinta-feira:     - Afinal o cliente não apareceu…

                          - E então? Vens jantar a casa?

                          - Não! Como aqui qualquer coisa com a C., trabalho um bocado e depois vamos tomar um café!

Sexta-feira:   02:28 – Acordei!! Fogo… ainda não chegou?? Bem, não há-de ser nada, mas a pulsação acelerou, a cabeça começou a ficar pesada, já não consegui pegar no sono.

                      03:22 – Ainda estás acordado?

                               - Pois! Não consegui dormir! Olha lá foste tomar café até esta hora? Só tu e a C.?

                               - Não! Fui com a C. e o Sr. J! Estivemos a trabalhar até ás 23:00 e depois fomos até ao restaurante!

                               - FODASSE!! Foste com quem? Achas bem isso? Andar na rua até ás 3:00 da manhã com outro homem?

                               (10minutos de discussão enquanto toma banho)

                               - No trabalho somos todos colegas, mas depois somos todos amigos! E não gosto nada dessas insinuações!!

                               - JÁ CÁ NÃO ESTÁ QUEM FALOU…. (MMUUUUUUUUU!!)

                       03:40 -  Já não conseguia dormir mais. O peso no topo da cabeça era muito grade, por outro lado, as hastes batiam no topo da cama e não conseguia encontrar a posição certa! Bora lá tomar um chá para ajudar a digerir o sapo. É curioso como se consegue sempre encontrar qualquer coisa para ver na tv a essa hora.

                       05:10 – Cama! A caminho do quarto o Pilas acorda. Toca a pegar nele e levá-lo para a minha cama!

                       07:40 – Toca a trabalhar! Miúdos já tem o pequeno-almoço tomado e já estou de saída. Beijinho ao Pilas e a Maior. Hoje não há beijinho para a senhora! (pela primeira vez em 8 anos, depois da crise dos 7, da crise dos 6, dos 5, 4,3,2,1 mais as intercalares)

                       23:45 – Chegada a casa de trabalhar! Roto, sem ter dormido nada de jeito! Curiosamente mais chateado com outra situação do que aquela. Nem senti a necessidade de me baixar para entrar em casa!Buscar o pijama. Cama povoada com a senhora mais os dois miúdos. E eles são tão pesados para levar dali! Além disso o Pilas dá pontapés durante a noite e a Maior ressona! Ainda por cima o quarto da maior tinha sido remodelado há pouco tempo e ainda não tinha sido experimentado! Não é tarde nem cedo para experimentar.

Sábado:         08:00 – Miúdos aos saltos em cima da cama. - Bora lá tomar o pequeno-almoço.

                       09:00 – De saída par ao mar! Mais um beijinho aos miúdos,     senhora não leva.

                       13:30 – Telefonema da sogra! – A tua senhora está melhor??

                               - Porquê? Está doente?

                               - Estava com uma gripe ontem á noite!

                               (deve ser do convívio com os amigos, pensei, espero que mais nenhum esteja assim gripado – Deus escreve direito por linhas tortas!)

                               - Não sabia! Quando cheguei já estavam todos a dormir!

                               Chegar a casa, dar de comer aos miúdos, um chazinho e qualquer coisa de comer para a senhora (foi a filha mais velha que lhe foi levar). Levar a mais velha á catequese. Voltar da catequese, mais um lanchinho para a senhora.

                               Chega a noite! Nem pensar em dormir na mesma cama com ela! Não posso apanhar uma gripe nesta altura do campeonato! ;)

Esta semana a senhora não consegue falar! Por causa da gripe e do frio que apanhou ficou com a garganta á rasca, a tosse é impressionante, ficou tão rouca que nem se percebe o que ela diz! Os desígnios do senhor são insondáveis. Da próxima, que se tape!

Quanto á traição! Não tenho a certeza que tenha acontecido, provavelmente não aconteceu! Mas há atitudes que sinceramente me custa a engolir.

Era para postar isto mais cedo, mas na segunda a situação da multa pareceu-me mais viva. Afinal toda a gente usa os blogs para exorcizar pensamentos emoçoes, vivências, etc. Chegou aminha vez!

 

É pena que se percam alguns hábitos, alguns são muito difíceis de recuperar!

 

10
Nov08

Multa estacionamento

1/3 segundos

... exactamente... uma merda!!

Tudo começa por me teratrasado um pouco á saida de casa. Vou o caminho todo a tentar recuperar tempo (claro que podia ser multado por excesso de velocidade!!).

Se há coisa que eu detesto é deixar alguém á minha espera, especialmente alunos, ainda por cima ás 8:30 da madrugada. :)

E vai daí... chego a S.J da Madeira ás 8:29, em ponto, a 1 minuto de estar atrasado, e ainda tinha que estacionar o automóvel e sair a correr para o centro de formação.

Primeiro lugar avistado é óptimo, montes de espaço vagos em volta, nada de parquímetro á vista, perto do centro de formação...

Então lá vou eu... estaciono, retiro o portátil e voo para o centro de formação.

Chego lá precisamente ás 8:33 (sim, sim, 3 minutos atrasados, dependendo dos relógios).

Á hora de almoço a minha colega diz que deixou o carro mais afastado para não pagar o parquímetro. Qual parquímetro???

Não devia ser onde deixei omeu carro!!! Mas pelo sim e pelo não mais vale ir confirmar...

POIS... Selo amarelo no vidro e um belo de um cadeado na roda do automóvel.

Quando o polícia chega avisa logo: tem que pagar 30 euros para lhe retirar o cadeado!!

E eu a pensar... pago já e tenho que procurar outro sitio para por o carro!!

E saem-me as seguintes palavras da boca: " Não pago mais se o carro ficar com o cadeado até logo á tarde pois não??  NÃO, responde o polícia!!

Respondo eu: "Bem senhor guarda, então vai ficar assim até sair das aulas, senão vou chegar atrasado!! " e pensei "ninguém vai tentar assaltar um carro com um grampo da policia na roda e um autocolante no vidro, que é vigiado pela polícia!"

No final das aulas lá fui bucar o dinheiro e pagar o desbloqueamento.

Com  a brincadeira, 30 euros desbloqueamento + 30 euros de multa, lá se vai o ganho da manhã.

Claro que pelas minhas contas devo descontar os 7 euros que ia ter que colocar no parquimetro....

Bem, aprendi uma coisa!! Por muito que me esforce por ser cumpridor de horários, ninguém quer saber muito disso... e só me dá prejuízos.

Mais valia perder o valor da primeira hora e poupar o resto, e ir procurar outro sítio.

 

Mas no fundo fiquei revoltado!! PORQUE carga de água existem os parquímetros?? Qual é a razão moral que permite a uma autarquia cobrar pela utilização de lugares que estão normalmente vazios?? Existirá aqui alguma lógica que não seja meramente "chupista"e aproveitadora das necessidades dos contribuintes?? Eu pago impostos todos, porque é que tenho que pagar para estacionar o meu automóvel na via pública quando esta está,ainda por cima, vazia??

 

Fiquei lixado!! se houvesse um movimento cívico no sentido de ilegalizar os parquimetroseu apoiava já, incondicionalmente!

 

 

06
Nov08

Don´t know much of history!

1/3 segundos

Don't know much about history
Don't know much biology
Don't know much about a science book
Don't know much about the french I took

But I do know that I love you
And I know that if you love me too
What a wonderful world this would be

Don't know much about geography
Don't know much trigonometry
Don't know much about algebra
Don't know what a slide rule is for

But I do know that one and one is two
And if this one could be with you
What a wonderful world this would be

Now I don't claim to be an "A" student
But I'm trying to be
So maybe by being an "A" student baby
I can win your love for me

Don't know much about history
Don't know much biology
Don't know much about a science book
Don't know much about the french I took

But I do know that I love you
And I know that if you love me too
What a wonderful world this would be

La ta ta ta ta ta ta
(History)
Ooh ooh ooh ooh ooh ooh
(Biology)
La ta ta ta ta ta ta
(Science book)
Ooh ooh ooh ooh ooh ooh
(French I took)

But I do know that I love you
And I know that if you love me too
What a wonderful world this would be

 

Esta música deixa-me tão bem disposto, faz-me lembrar o tempo em que as emoções andavam á flor da pele, e quando nada mais importava do que as paixões que se sentia.

Era bom .... é bom!

 

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D